Longe dos olhos das crianças

 

Descobrir o mundo por meio dos sentidos faz parte do desenvolvimento da criança. Entretanto, este universo de cores e formas que tanto agrada seus olhos (e as mãos!) pode trazer riscos – inclusive irreversíveis – aos olhos dos pequenos. “Quando o assunto são os acidentes com os olhos, a prevenção é sempre o melhor remédio. O descuido com objetos pontiagudos ou o desconhecimento do perigo que alguns produtos químicos, por exemplo, podem levar a diversos acidentes, que podem causar desde a perda da qualidade da visão até a cegueira irreversível”, comenta a oftalmologista. Quando estes acidentes ocorrem, é importante procurar com urgência o oftalmologista, para dimensionar a lesão e evitar complicações futuras. Veja a seguir os principais riscos à saúde ocular das crianças no ambiente doméstico:

Objetos em geral
Nunca permita que as crianças brinquem com objetos pontiagudos, como tesouras (com pontas), garfos e facas, pois há risco de perfuração ocular.

Animais
Também é necessário cuidado com as brincadeiras com os pets. Além de poder morder, arranhar e bicar a área dos olhos, as fezes de alguns animais (principalmente gatos e aves) podem transmitir toxoplasmose, doença que provoca inflamação nos olhos. Daí também a importância de sempre lavar as mãos após manusear os bichinhos de estimação.

Coçar os olhos
O ato de coçar os olhos pode facilitar o surgimento de infecções e desencadear doenças oculares em crianças e adultos.

Cozinha
Atenção à posição da panela quando estiver cozinhando! O cabo deve estar virado para dentro do fogão para evitar esbarrões que possam levar a panela a virar e cair. E mantenha-a sempre tampada. Caso líquido quente respingue, pode causar queimaduras nos olhos dos pequenos.

Produtos de limpeza
Evite guardá-los onde as crianças podem encontrá-los, como prateleiras mais baixas de armários ou sob a pia. Caso em entrem em contato com os olhos, podem acarretar queimaduras químicas.

Medicamentos
Os medicamentos também devem ser mantidos longe do alcance dos pequenos. Se aplicados nos olhos sem prescrição médica, ou em doses diferentes do que foi recomendado, podem trazer danos à saúde ocular.

Plantas
Cuidado com plantas espinhosas e pontiagudas e espinhosas, que podem lesar os olhos. Atenção também àquelas que soltam líquido leitoso, que podem causar irritação em contato com a vista.

Cigarro
Não fume perto de crianças. Ao mover o braço ou pegá-las no colo, pode ocorrer uma queimadura ocular.

Atividades aquáticas
Germes e produtos químicos presentes na água do mar e da piscina podem levar a irritações e inflamações nos olhos, por isso o ideal é que as crianças sempre utilizem óculos de proteção durante as atividades na água.

No carro
Até os 10 anos de idade, as crianças devem ser conduzidas no banco traseiro. Utilizar o cinto de segurança (em qualquer faixa etária) pode evitar perfurações nos olhos, em caso de acidente.

Dra. Keila Monteiro de Carvalho - Médica oftalmologista, Professora Titular de Oftalmologia da UNICAMP

 

fonte: http://www.semprematerna.com.br/longe-dos-olhos-das-criancas/

Vídeo

Na Mídia

Contatos

Unidade I - São Paulo - R. Capote Valente,432 - cj 155 - CEP 05409 001 - Fone: 11 3064 6944 ou 3068 8671 - email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Unidade II - Piracicaba - Av. Independência, 45 - CEP 13400 560 - Fone: (19) 3422 4744 - (19) 98144 0212 email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.