De acordo com o Conselho de Oftalmologia Brasileiro, o acompanhamento pré-natal é capaz de evitar o comprometimento da visão do pequeno que irá nascer. Ainda segundo o COB, para limpar os olhos do bebê, deve-se utilizar gaze ou pano limpo molhado em água filtrada e previamente fervida, com movimentos delicados sem apertar os olhinhos.

Que tal saber mais sobre a saúde ocular das crianças? Para que vocês tenham as principais informações sobre o assunto, a equipe do portal Meu Mundo Nutri conversou com a renomada Dra. Keila Monteiro de Carvalho, oftalmologista. Confira!

Mundo Nutri: Doutora, pode falar sobre a saúde dos olhos de bebês?

Dra. Keila: No recém-nascido, ainda no berçário, existe uma sistemática para triagem dos problemas oftalmológicos que é o chamado Teste do Olhinho (ou Teste do reflexo vermelho). Ele deve ser realizado pelo pediatra neonatologista no exame das 12hs de vida do pequeno e é responsável por detectar alguma anormalidade nos olhinhos do bebê. 

Durante esse exame, observa-se a simetria do reflexo vermelho, pois se não for simétrico indica problema em um dos olhos. Veja a figura abaixo, que mostra um dos olhos com reflexo alterado. Nesse caso, é o chamado “olho de gato”, que indica um tumor infantil chamado de Retinoblastoma, raro, mas muito grave. 

retinoblastoma

Além disso, a Prevenção da Retinopatia da Prematuridade deve ser feita. Nos prematuros abaixo de 2kg, o exame de fundo de olho precisa ser realizado com quatro semanas de vida e, a seguir, a cada quatro semanas até que o bebê complete as 33 semanas.

Mundo Nutri: Quais são os cuidados básicos em relação à rotina com os olhos das crianças?

Dra. Keila: Na fase pré-escolar, entre três e seis anos de idade, deve ser realizada a triagem de acuidade visual, que traz a tabela com o “E” em diversas posições e a criança informa para que lado está essa letra. Caso o médico tenha detectado baixa de acuidade visual no pequeno, ele é encaminhado para um exame oftalmológico.

Mundo Nutri: Compartilhe três dicas fundamentais de cuidados para evitar problemas oculares no futuro.

Dra. Keila: eu oriento três dicas, que são essas abaixo.

image5

Mundo Nutri: Pode falar um pouco sobre crianças que precisam usar óculos?

Dra. Keila: Em relação à refração (grau de óculos), sabemos que a maioria dos bebês é hipermetrope ao nascer, mas pode haver miopia até mesmo congênita. Existe um mecanismo fisiológico que faz com que o olho tenda à emetropização ao crescer, ou seja, há uma estrutura coordenada envolvendo os poderes da córnea e do cristalino, além da profundidade da câmara anterior e o comprimento axial do globo ocular. Isso leva o olho a se tornar emétrope até cerca de 2 anos de idade. Para terem uma ideia, o comprimento axial de um recém-nascido é cerca de 16,8 mm e no adulto é cerca de 23,6 mm.  

Mundo Nutri: Quais doenças podem ser encontradas nos olhinhos das crianças?

Dra. Keila: Podemos encontrar todos os tipos de doenças nos olhinhos das crianças: glaucoma congênito, catarata congênita, estrabismo, ambliopia, doenças de retina, de córnea e no nervo óptico, e uveites. As mais comuns são as conjuntivites e as blefarites, inflamações comuns que afetam as pálpebras.

image6

 

Mundo Nutri: Quer compartilhar conselhos para todos os papais, mamães e responsáveis que são leitores do portal Meu Mundo Nutri?

Dra. Keila: Um dos sintomas mais comuns de dificuldade visual é o fato da criança se aproximar demais da televisão ou mesmo dos desenhos e brinquedos. Já demonstra que não está enxergando bem. Outros pontos comuns são olhos vermelhos e lacrimejantes aos esforços visuais ou “apertar” os olhinhos ao olhar para longe. 

Alguns pequenos verbalizam: “não enxergo”. Mas isso é raro. Os sintomas mais comuns são os indiretos. Por isso, a importância dos exames de triagem de acuidade visual, que devem ser realizados pelo pediatra com cerca de três anos de idade. 

Repito: o teste com a letra E em várias posições é fácil de ser feito. Basta pedir ao seu filho para dizer para que lado estão viradas as “perninhas” da letra.

Mundo Nutri: Qual atitude dos pais e responsáveis pode ajudar a prevenir acidentes que prejudicam a visão?

Dra. Keila: Evite facas de pontas agudas, não brinque com dardos e nem de atirar coisas, além disso, evite coçar os olhos, pois causa alteração na córnea.

Mundo Nutri: E para os papais que já possuem filhos com limitações visuais. O que você recomenda? 

Dra. Keila: Recomendo que as mães, pais e responsáveis acessem o site educativo da UNICAMP, que foi desenvolvido para quem tem baixa visão ou visão subnormal. http://www.fcm.unicamp.br/fcm/auxilios-opticos

Também vale citar a Lupa Digital – Virtual magnifying glass 3.7 – desenvolvida pelo engenheiro elétrico Felipe Monteiro Carvalho. O programa de computador mostra uma lente no formato de lupa, que acompanha o movimento do mouse. Assim, ao passar sobre determinado ícone, imagem ou texto, o objeto é ampliado.

Mundo Nutri: Por último, vamos falar sobre as telas?

Dra. Keila: O simples ato de piscar libera lágrimas frescas sobre os olhos, que ajudam a reidratar e manter as substâncias estranhas e irritantes fora. O uso explosivo e excessivo de dispositivos de tela, reduz esse piscar. Em consequência, a doença do olho seco está aumentando a uma taxa alarmante e a quantidade de pequenos com desconforto ocular está crescendo.  

image3

image4

 

fonte: https://meumundonutri.com.br/ping-pong/quais-sao-os-cuidados-necessarios-com-a-visao-infantil/

Vídeo

Na Mídia

Contatos

Unidade I - São Paulo - R. Capote Valente,432 - cj 155 - CEP 05409 001 - Fone: 11 3064 6944 ou 3068 8671 - email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Unidade II - Piracicaba - Av. Independência, 45 - CEP 13400 560 - Fone: (19) 3422 4744 - (19) 98144 0212 email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.